Porque a bobina de ignição esquenta e queima

Até certa temperatura é perfeitamente normal o aquecimento da bobina, afinal é um dos efeitos causados pela corrente elétrica. Pressupõe-se que há defeito quando ocorre o excesso de temperatura.

Considerações à parte, vamos ao que interessa. A alta temperatura ou queima da bobina geralmente é provocada por anormalidades da corrente primaria primária, ou seja, intensidade de corrente acima do normal ou tempo de ligação muito longo.

As possíveis causas são listadas a seguir:

  • Tensão de alimentação (alternador) alta.
  • Falta do pré-resistor ou resistência baixa. O borne 15 de algumas bobinas deve ser conectado via pré-resistores que limitam a corrente primária.
  • Ângulo de permanência/tempo de conexão muito alto
  • Falhas da conexão à massa da UCM ou do módulo eletrônico de ignição.
  • Uso de dispositivos de imobilização (pega ladrão) na bobina de ignição.
  • Módulo de ignição incompatível ou defeituoso.
  • Bobina de ignição errada, imprópria para o sistema.
  • Curto circuito nos enrolamentos da bobina.
Uma verificação detalhada nestes itens certamente indicara a causa certa do defeito.

178 comentários:

Pizza disse...

Olá Aparecido, tenho um Niva, e a bobina esqueta pra caramba apenas com o carro em baixas velocidades, ou parado no transito, quando pego cidade, a bobina fica morninha. Quando esquenta o carro passa a falhar e morrer, já tentei de tudo, troquei bobina, instalei modulo eletronico no lugar do platinado, jáinstalei pre-resistencia e estou partindo para o regulador, apesar de estar regulando 14,4V. Consegue me dar uma luz...rs

Abraço!

Aparecido Oliveira disse...

Pizza, seria interessante medir a corrente da bobina e o ângulo de permanência para garantir que está tudo bem na parte de ignição. não se esqueça que a bobina deve estar em um local que tenha boa irradiação de calor. Normalmente a bobina pode trabalhar com cerca de 80 graus na carcaça sem problemas, apesar de cair um pouco a alta tensão. Outra coisa, pode ser que a falha seja o limite de alta tensão que o motor não está trabalhando em cargas parciais, verifique rotor, tampa, vela, cabos e a montagem do distribuidor (rotor deve estar apontando para o pino da tampa com o cilindro no ponto morto superior). Aguardo seus comentarios.

rogerio disse...

tenho uma gaiola com igniçao bosch numero 9.220.087.003 com uma bubina plastica do gol mi e esquenta muito
ja coloquei um resistor so que chega muita pouca corrente e ela nao pega chega só 4.75 volts e tbm coloquei um fio resistivo mesmo assim continua esquentando so que antes ja tinha queimado 2 bubinas convencional a 9.220.081.067 tem alguma coisa pra fazer pra diminuir essa corrente da bubina ah o alternador carrega 13.75 volts sem mais obrigado

Aparecido Oliveira disse...

Rogerio a bobina plastica não pode ultrapassar a 3 milisegundos de permanência. Você poderia usar um módulo indutivo com limitação de corrente ou colocar a bobina 067 que casa com este módulo. Quanto a queima da bobina 067 verifique se não há inversão de polaridade no impulsor do distribuidor (angulo de permanência fica em 65 graus marcha lenta)

Anônimo disse...

Hola, muy bueno el blog.
Tengo dudas sobre las bobinas que usan los módulos inductivos, ya que vi en catálogos bosch que no tienen limitadores de corriente como los que usan sensor Hall.
He visto el poco cuidado que tienen los mecánicos al sustituir las bobinas, no respetando la mayoría de las veces las especificaciones de fábrica. Me gustaría saber si tenes alguna tabla de correspondencia entre modelos de modulos de ignicion y bobinas bosch, o en su defecto la resistencia de primario que deben usar.
Gracias y saludos desde Uruguay.

Aparecido Oliveira disse...

Con mucho gusto le puedo enviar la tabla, me ponga un correo por la página de "contato". Saludos.

Marcio disse...

Obrigado, recebi as tabelas!!!

Anônimo disse...

Socorro..., meu nome é deivid tenho uma santana 94 carburada é à álcool e gnv, faz 1 mes que peguei ela, o ex dono disse que só andava no gnv, mas um dia coloquei no álcool ela falhou de começo mas depois foi embora, então passei a utilizar tanto o gnv como alcool até semana passada andava normal, aí queimou a bobina ( troquei a bobina), aí queimou denovo (troquei denovo a bobina)aí queimou de novo, então troquei tudo novo e original ( rotor, tampa, cabos, velas, caixinha de ignição e bobina original) verifiquei aterramentos, colquei fio resistivo, coloquei também aquela peça "pré resistor de bobina" verifiquei alternador, só sei que no meio desse troca, troca, de peças queimei seis bobinas as 2 primeiras originais da bosh, hoje acordei e já fui comprar outra bobina...é o seguinte no álcool de principio a bobina demora para esquentar, mas quando coloco no gnv são minutos e já era, o carro falha e vc sabe só não fico na rua porque tenho 6 bobinas frias de reserva, que vou trocando e trocando e trocando, parece até piada!!!! " o pior é que sou auto elétrico" depois disso nem sei mais....alguma dica? (já me falaram sobre distribuidor e pistão)

Aparecido Oliveira disse...

Deivid, que bobina e módulo você está usando?
Comenta que peora com o uso do gás! Isto pode ter relação com o nível de alta tensão de trabalho com o uso do gás. Para uso com gás se recomenta abertura de vela de 0,1 a 0,2 mm menor.Como funcionava bem até o momento, verique o estado das velas.Velas gastas pode, além de necessitar maior nível de alta tensão, levar a fugas internas na bobina e pode ser esta a causa da falha.

joaquim disse...

ola Aparecido! antes de tudo quero dar meus parabens pelo excelente trabalho deste blog, eu nao entendia nada sobre eletricidade de carros,aprendi muito com voces,tantos aqueles que perguntam quanto voce que responde com seriedade e saber. eu moro na Irlanda,e a pouco comprei um ford fiesta 88, coisa rara por aqui,alias aqui carros da decada de 90 pra baixo e dificil de encontar pela rua, a Irlanda nao e um pais que conserva automoveis...uma pena ...
pois meu fiesta nao me leva pra lugar nenhum quando a bobina esquenta. ja comprei umas 4, mas minha angustia acabou! fico feliz por ter encontrado este cantinho de explicacoes! ja sei oq fazer, e vou por maos a obra! um abraco daqui da Irlanda! joaquim

Wagner disse...

Bom dia Aparecido. Estou fazendo um sistema microcontrolado para a ignição de um motor AP 1.8 álcool. Gostaria de saber qual o ângulo em marcha lenta e qual o tempo de permanência para a bobina EKLASS modelo EBI2910. Existe algum material didático que posso encontrar alguma referência entre o ponto de ignnição e a rotação do motor AP?

Grato!
Wagner

Wagner disse...

Bom dia Aparecido. Estou desenvolvendo um sistema de ignição microcontrolado para um motor AP 1.8 a álcool. Estou utilizando uma bobina do MI E-KLASS modelos EBI2910 e gostaria de saber qual a temperatura que ela pode operar e a temperatura, já contactei o fabricante, mas sem retorno. Também gostaria de saber se consigo encontrar algum material que possa informar qual o ponto de ignição de acordo com a rotação.

Grato!
Wagner

Wagner disse...

Bom dia Aparecido. Estou desenvolvendo um sistema de ignição microcontrolado para um motor AP 1.8 a álcool. Estou utilizando uma bobina do MI E-KLASS modelos EBI2910 e gostaria de saber qual a temperatura que ela pode operar e a temperatura, já contactei o fabricante, mas sem retorno. Também gostaria de saber se consigo encontrar algum material que possa informar qual o ponto de ignição de acordo com a rotação.

Grato!
Wagner

Aparecido Oliveira disse...

ola Wagner, somente o fabricante pode dizer com precisão, mas eu duvido que te darão esta informação. Por exçeriência posso dizer que está entre 60 - 80 graus celsios. Outra opção é manter a corrente e o tempo de conexão recomendado para esta bobina, automaticamente irá enquadrar a temperatura ideal. Estou finalizando uma materia que poderá te ajudar - aguarde.

Unknown disse...

uma bobina de um carro corsa 1.4 pode ser utilizada num tempra 2.0.ou causaria algum problema desde ja grato.

Aparecido Oliveira disse...

Geralmente bobinas com com enrolamento primário de característica similar (resistência elétrica próxima) podem ser usadas.
Para a aplicação que se refere, me informe os modelos das bobinas para evitar enganos.

Willian Lamberttinni disse...

Olá tenho um fusca ano 77 a gasolina motor 1.300. Sempre que quero sair com ele a bobina dele esquenta por consequência começa a falhar e morre. Eu não sei o que fazer. Este é meu primeiro carro e sou muito inexperiente tenho 19 anos. Já troquei a bobina e mesmo assim continua esquentando. Você poderia me explicar como fazer as ligações certas da ignição? Ele é platinado. a numeração do alternador é 9 120 080 072, a primeira bobina foi 40 039 e comprei agora mais ainda não testei a 40 067. Poderia me ajudar nessa parte? Obrigado e meus parabéns por esse trabalho.

Aparecido Oliveira disse...

Willian, parabens pelo carro. A bobina recomendada para platinado é a 039 ou 054 (azul, de maior potência). Para usar a bobina 067 será necessário colocar um pré-resistor como ocorre no caso do opala valor de 1,2 a 1,6 Ohms, caso contrário irá queimar o platinado.Pode ser adaptado uma ignição eletrônica comandada pelo platinado e então usar a bobina 067. A ligação é simples borne 15 da bobina é ligado a chave de ignição e o borne 1 da bobina ligado ao platinado. Antes de pensar em trocar a bobina revise e ajuste o angulo de permanência, revise também o capacitor e as conexões a massa no distribuidor. O aquecimento da bobina como comentado no post é normal até uns 60 graus na carcaça, ou seja não dá para suportar ao toque com as mãos.

Anônimo disse...

Olá tenho um escort 1.6 ano 95 gasolina, que apresenta o seguinte defeito, carro desliga motor de uma vez, dou na chave e não pega de jeito nenhum, aguardo um minuto e meio mais ou menos e dou na chave ele pega como se nada tivesse acontecido funciona normalmente e passa vários dias ou meses para apresentar de novo, já foi feito injeção trocado velas, filtro combustível, e refeito soldas da caixa de fusíveis, mas continua do mesmo jeito, será que pode ser a bobina? aguardo ajuda

Aparecido Oliveira disse...

Se não me engano é sistema LE jetronic. Veja o topico de dicas. Pode ser mau contato (solda fria) na undade de comando de injeção.

Aparecido Oliveira disse...

Se não me engano é sistema LE jetronic. Veja o topico de dicas. Pode ser mau contato (solda fria) na undade de comando de injeção.

Anônimo disse...

Olá, boa tarde!
Instalei recentemente um Kit de ignição eletrônica no meu fusca 1969. O modulo é um Bosch TSZI final 13 e a bobina Bosch vermelha 077, a bobina esta esquentado bastante, mas não chegou ao ponto de cortar corrente, ele esta funcionando normal, andei com ele uma distancia de 20 km, esta semana abri o distribuidor e verifiquei que a ponta direita do rotor esta queimando, o que poderia ser, ele esta fora do ponto ou rotor esta ruim?
Desde já agradeço.
Felipe.

Wallace Empresas disse...

Boa noite!

tenho um monza 83, alco e gnv, tava embolando e morrendo muito, ás vezes sem força pra subir rua, passa o tempo no gvn não ligava mais... me informaram que era a bubina, troquei bubina, velas, cabos de vela, rotor e tampa do rotor, mais ainda continua morrendo e ruim pra ligar tanto no alco e gnv e bubina esta esquentando ....

Aparecido Oliveira disse...

Wallace minha sugestão é partir do princípio: compressão do motor-filtro ar-combustível-faisca, nesta ordem. O motor tem boa compressão? a mistura está correta? mistura muito rica ou muito pogre não queima. Estado e abertura das velas vela, para o gnv convém trabalhar com a vela de um eletrodo em 1 ou 2 décimos mais fechada que o recomendado para o motor/combustível original, cuidado para não fechar demais. O aquecimento do coletor está normal? revise o sistema de arrefecimento quanto a bolhas de ar ou entupimento nos dutos que aquecem a base do coletor.

Anônimo disse...

ola aparecido tenho um audi a3 automatic 150cv
ja troquei velas correias , cabos de velas , sonda e o carro continua morrendo
que fazer

Aparecido Oliveira disse...

Caro colega,há muitas possibilidades de falhas:chicote elétrico, relês principal, sensor de rotação, alarme, falha na alimentação de combustível, etc. Para simplificar use o scanner para ler a memória de erros. Concentre-se na forma que isto ocorre: é repentino ou para progressivamente? Apaga somente em marcha lenta ou em movimento?

Ismael Eckert disse...

Ola. Tenho um fusca com ignição eletronica e ha uma falha que ninguem jamais viu, corta a corrente de uma vela, isso quando ela esta corretamente conectada a tampa do distribuidor, e quando afasta o cabo cerca de 1 cm longe da tampa volta a funcionar normal, dando chispa a distancia. conectada falha(corta a corretnte) e longe funciona. isso acontece e volta ao normal de vez em quando, volta a falhar, muda de posição(vela) sem mais nem menos, volta pra outra, fica normal, ai falha novamente. ja troquei quase tudo, menos modulo e o distribuidor e nada deu certo. Deve estar em um destes dois. Por favor me de uma ideia do que poderia ser.

Aparecido Oliveira disse...

Ismael, certifique-se que a montagem do distribuidor e a ligação elétrica do circuito estejam corretas. Medir o ângulo de permanência pode ajudar a localizar a causa. Se não encontrar nada anormal, me informe o tipo de sistema e bobina de ignição que está usando para pensar em outras possibilidades.

Silvio Retamiro disse...

Olá, tenho um tempra 92 8v carburado, o motor foi feito inteiro a alcool, faz uns 15 dias que meu carro sai da mecanica e vai p a elétrica e vice versa, ja troquei os cabos, as velas, a bobina, o módulo de ignição e a bateria e meu carro esta muito frouxo p andar e pior voltou a aquecer a bobina, sera q vc pode me dar uma luz??? desde ja agradeço!

Aparecido Oliveira disse...

Sílvio, identifique qual é o problema com a ignição, se você já trocou todas as peças deveria estar em ordem!!! Ou algum componente que você está usando não está bom ou a falha pode estar em outro lado, como chicote elétrico, conexão massa, alimentação, etc. faça uma verificação passo a passo, testando cada componente. Solucione uma parte de cada vez. Ignição em ordem! considere outras coisas que possam contribuir para a falta de potência como: Ajuste do carburador, ponto inicial e avanço de ignição do distribuidor, sincronismo do motor e distribuição. Se era um motor gasolina, leve em consideração as diferenças referentes ao coletor de admissão, válvula termostática...

Anônimo disse...

Meu nome é Sidiney, tenho uma pampa ano 1993 com motor AP 1.8 Alcool, carburador Brosol e reservatório de gasolina para partida, tenho dificuldade em dar partida quando fria ou sem que atinja a temperatura de acionamento da ventuinha, não pega nem em tranco, troquei velas, cabos, rotor e tampa, não adiantou, fiz testes desconectando dois cabos de vela de qualquer posição e neste caso funciona, pesso para alguém colocar novamente os cabos enquento acelero, a mesma só firma após atingir a temperatura padrão e após resfriar totalmente volta a mesma situação. Imaginei que fosse falta de compressão ou carburador, fiz duas manutenção no carburador e troca de bicos injetores e boia e colocação de gasolina no reservatório do carburador, por mais ou menos 5 dias da partida normal, más se passar dois dias sem funcionar volta a mesma situação. Imagino que seja falta de corrente suficiente, o que fazer neste caso?

Aparecido Oliveira disse...

Olá Sidiney, que sistema de ignição está usando?
Verificou o sincronismo do motor e distribuidor?

Anônimo disse...

Ola aparecido, entao comprei uma montana 1.4 que apresentou um problema de falhas em baixa troquei cabos de vela e nao resolveu entao troquei o sensor de posicai borboletaai resolveu, mas de um tempo pra ca do nada o carro morre e nao pega mais.. tenhoque tirar o cabo que alimenta a bobina tentar ligar o carro ai coloco o cabo denovo ai ele pega.. detalhe ja estoucom a bobina quemeu mecanico colocou de teste que segundo ele esta boa estou andando uns 10 dias com essa bobina e achei que tinha resolvido, agora comecou de novo o que vc acha que devo fazer?? No scanner acusa bobina mas sera que se eu colocar uma nova nao vai acontecer denovo??

Aparecido Oliveira disse...

Anônimo, pode ser que tenha um problema de mau contato no conector/cabo da bobina, pois se a bobina fosse o problema não voltaria a acontecer com a outra. Ainda considerando que tivesse um defeito que danifique outras bobinas a tua e a do mecânico não deveria funcionar em outro carro ou apresentar o mesmo problema. Faça uma verificaçào na bobina para certificar que esta realmente tem problema, e analise conector e cabo no veículo.

Anônimo disse...

bom dia eu tenho um escort hobby ano 95 e ele esquenta e falha da uns estouros e as veses quando desligo ele não pega mais,ja troquei a bubina dele mais ele continua com o problema o que poderia ser ?

Aparecido Oliveira disse...

Anônimo, a bobina recomendada para o escort hobby é a final 097, é esta a que você está usando?
O quadro que você descreve foi relatado neste post: http://aparecidooliveira.blogspot.com.br/2009/12/carro-nao-pega-quente.html

Anônimo disse...

boa noite meu amigo eu estou com um problema de passagem de faisca sobre a bobina entre os fiu onde emcaixa as porca e tambem foge faisca sobre o cabo o q sera min uma soluçao por favor obrigado

Anônimo disse...

Tenho um fiesta sedan 2005 1.0 ja troquei a bobina tres veses e troquei o cabeçote mas o problema continua. alguem pode me ajudar

Aparecido Oliveira disse...

Anônimo, qual é a falha que tem o Fiesta?

Aparecido Oliveira disse...

Anônimo, a fuga de corrente pode ser causada por: Velas de igniçào desgastadas ou abertura elevada, cabos de ignição de má qualidade ou com isolação danificada, bobina de ignição com isolação danificada; com fuga de corrente devido a isolação carbonizada ou trincada(trocar bobina).
Com distribuidor de ignição: verifique o sincronismo mecânico referente a montagem do distribuidor, rotor impulsor da bobina impulsora/Hall, polaridade de ligação da bobina impulsora.

Aparecido Oliveira disse...

Anônimo, a fuga de corrente pode ser causada por: Velas de igniçào desgastadas ou abertura elevada, cabos de ignição de má qualidade ou com isolação danificada, bobina de ignição com isolação danificada; com fuga de corrente devido a isolação carbonizada ou trincada(trocar bobina).
Com distribuidor de ignição: verifique o sincronismo mecânico referente a montagem do distribuidor, rotor impulsor da bobina impulsora/Hall, polaridade de ligação da bobina impulsora.

Ricardo disse...

Tenho um barco com motor Dodge 8 cilindros e gostaria de saber pq a bobina está esquentando e se é normal a caixinha de ignição esquentar bastante também?

a Caixinha que está é Bosch e comprei uma outra marca e não funciona. Obrigada

Aparecido Oliveira disse...

Ricardo, em geral bobina e módulo aquece razoavelmente,50 a 70 graus na carcaça. Se existe um super aquecimento pode ter relação com a má aplicação ou seja compatibilidade do módulo/bobina ou outros fatores como:montagem em local quente ou contato inadequado com o chassi que impeça uma boa dissipação de calor, tensão de alimentação alta, e outros defeitos já mencionado no post.

HENRIQUE disse...

olá, estou com um problema, minha gaiola de trilha tem aquela caixinha da Bosch já foi trocada 3 vezes sempre colocando novas, e todas queimaram. ninguém sabe qual o defeito. alguém sabe?

Aparecido Oliveira disse...

Henrique, você comentou tamvbém que queima com cerca de 30 minutos de funcionamento.Verifique em primeiro lugar se a bobina é recomendada para este módulo.No post te dá as opções possíveis. Informe o modelo da ignição e tipo da bobina que está usando para maiores detalhes.

Edson Lima disse...

Boa tarde Aparecido!
Tenho uma kombi 94 motor 1600 dupla carburação, saberia me dizer porque esquenta e vaza oléo da bobina.
Já troquei bobina, velas e os cabos

Aparecido Oliveira disse...

Edson, confira se a bobina é a indicada para esta aplicação. Kombi 96 use o módulo 142 com bobina 097. Certifique-se que não tenha alarme ligado no circuito da bobina.

Anônimo disse...

Aparecido, estou adaptando uma injeção eletrônica da kombi em um fusca, ja fiz a instalação, mas lógo no inicio fui fazer um teste e a bobina esta equentando até queimar, sera que o modulo é codificado? ou não tem nada a ver?

Anônimo disse...

Aparecido, estou estalando uma injessao eletronica da kombi em um fusca mais mais, ao fazer o teste de corrente, a bobina esquentou até queimar, sera que o modulo é codificado? ou não tem nada a ver? o que devo fazer?

Aparecido Oliveira disse...

anônimo, a bobina trabalha por pulsos, portanto a corrente deve ser medida em funcionamento e com um oscilocópio. A corrente que importa é aquela fixada pelo módulo em função da rotação do motor. Se a medição foi feita de forma estática, ou seja, simplesmente fechando o circuito, danifica bobinas de alta potência com resistência primária abaixo de um Ohms.

Edson Lima disse...

Então Aparecido agradeço muita sua atenção.
A kombi é 94 e não 96 será as mesmas especificações?
Ela tem um alarme sim e é aquele que quando abre a porta ele bloqueia e acho que o eletricista ligou no fio da bobina.Já desativei ele pelo fusível mas não resolveu.

Heitor disse...

Olá Aparecido, tenho um passat pointer 87 com uma bobina vermelha e nao tem nada escrito nela. ja ouvi falar que medindo a voltagem da bobina tem que marcar 12v tanto no positivo quanto no negativo. é verdade? pois quando viro a chave sem dar a ignição fica 10,5v no positivo e 1,5v no negativo ... é normal ? ... sera que esta com problema ? vc sabe me informar qual a bobina correta para o meu carro ? prazer em conhece-lo , agradeço desde já pela atenção , abraços Heitor

Aparecido Oliveira disse...

Heitor, os valores que você encontrou são corretos. Aleatóriamente pode acontecer do módulo ficar desligado e aí você terá 12 V nos dois pinos da bobina.

Aparecido Oliveira disse...

Edson, a aplicação da ignição para a Kombi 94 e 96 são iguais. Como eu disse,em primeiro ludar certifique se a aplicação do conjunto é correta. Não sei como está ligado este alarme, porém faça os testes para comprovar se o ângulo de permanência está correto para o sistema.

Anônimo disse...

Bom amigos,tenho um Santana 96 1.8 MI gasolina e com GNV
Esta com 2 problemas
o primeiro é que a ventoinha não está ligando,e hoje mesmo troquei a 'batatinha da temperatura' fui numa elétrica e falaram que o problema pode ser 'ar no motor' ou a valvula está entupida, alguem pode me ajudar ?
o segundo problema é em relação ao GNV, ligo o carro na gasolina e ele pega normal, quando passo ele pro GNV em ponto porto e sem acelerar ele fica normal mais quando acelero ele no GNV ele morre e chega a fazer algum barulho estranho,oque pode ser ?
Obrigado desde já

elder disse...

tenho um polo 1.8 1999
sistema iaw 1 avp.
a bobina esquenta rapidamente ate queimar, ja troquei:
bobina por outra original, velas, cabo de velas, rotor, distribuidor completo, sensor hall, colocamos um pre resistor no positivo da bobina, checamos a tensao e a corrente na bobina, medimos o chicote da ignição completo, colocamos outro modulo de injeçao.
todas as peças trocadas por originais e o problema continua gostaria de saber se alguem tem uma ideia porque ja nao sei mais o que fazer.

Aparecido Oliveira disse...

Elder, deve haver algum engano, do contrário deveria funcionar.
Reveja alguns pontos: Conexão massa do módulo borne 1 foi verificado? está ok? O motor transversal ou longitudinal? o transversal usa bobina de 3 pinos com driver incorporado e o longitudinal bobina comum de dois pinos.Você não comentou se a queima acontece em funcionamento ou somente com a chave ligada?
A medição de corrente foi feita com osciloscópio e em funcionamento? quanto deu? qual é o ângulo de permanência/tempo de conexão da bobina? estes valores são importantes para entender o que está acontecendo.

Edson disse...

ola primeiramente muito boa suas dicas tem uma duvida tenho um voyage 86 ap 1.6 a etanol e a bobina derreteu ontem e o modulo de igniçao esquenta muito o comutador onde vai os fios atras da cha ve tambem estao esquentando muito,sera que vc poderia me informar o tipo de bobina e modulo correto para meu carro bom desde ja agradeço e continue assim pois esta ajudando muitas pessoas bom valeu e aguardo respostas

Aparecido Oliveira disse...

Edson. o módulo correto é o final 7013 da Bosch ou similar, montado com a bobina vermelha, sem pré-resistor, 077 da Bosch ou similar. Não se esqueça o distribuidor é o indutivo (com bobina impulsora).

Cleber Alba disse...

Olá boa tarde, gostaria que vc pude se me ajudar, estou tendo problema com um landau limousine, a pouco tempo o carro começou a falhar em semáforos ou parado em transito por muito tempo, dando aquele show um baita problemao de parar o transito rs, a bobina fica muito quente, e coloco aquele pano molhado pra esfriar a bobina, já troquei o induzido do alternador que estava causando a queima das lampadas, nao carregava também a bateria com a tensão correta. Troquei a bobina e em duas semanas veio a queimar.
Oque vc acha que pode estar acontecendo.
Já troquei velas, cabo de velas, ignição eletrônica com modulo e chicote.
Ainda não coloquei pré-resistência.
Ficarei no seu aguardo.
Obrigado
Cleber

Aparecido Oliveira disse...

Cleber, para opinar de forma coerente, eu preciso saber que módulo e bobina está usando.

Anônimo disse...

Ola Aparecido, sou o Marcelo tenho uma saveiro 84 porem motor 1.8 carvurado,estava com a bobina original,funcionava porem uma lenta quadrada,troquei tampa,rotor,cabos, velas,e coloquei uma bobina gol mi aplicacao para 1.8, o carro ficou otimo,porem a alegria durou poufo a bobina queimou apos 3 dias,troquei e queimou novamente apos 4 dias,o que pode ser? O eletricista disse que a ligacao esta correta

Aparecido Oliveira disse...

Marcelo, a bobina do gol Mi não é compatível com o módulo que você está usando. Volte a usar a bobina original é se tiver falhas procure identificar a causa.

Elvis disse...

ola pessoal seguite troquei gerador por alternador no meu fusca....e agora ele ta esquentando a bobina....algume poderia me ajudar a solucionar esse problema agradeço

Aparecido Oliveira disse...

Elvis, é possível que a bobina usada não seja compatível com o módulo. O alternador e o dínamo trabalha com a mesma voltagem, e não faria diferença no funcionamento, exceto pelo alternador sustentar a voltagem de uma possível sobrecarga da bobina. verifique se o regulador de tensão do alternador está ok., não deve passar de 14,5 Volts.

Anônimo disse...

bom dia gostaria de saber porq troquei osensor haal de um verona 93/94 e o motor funcionou normal andei 2km e desliguei ja não funcionou mais verifiquei a bobina e tava quente muito quente..troquei o modulo e não vem corrente nas velas.pode ter queimado a bobina? qual a causa?

Aparecido Oliveira disse...

Anônimo, provavelmente a falha não é de componente. Examine o chicote quanto a mau contato nos conectores do módulo ou do distribuidor, conexão a massa e possíveis fios quebrados. Se tiver alguma emenda no chicote, revise e solde estas.Os terminais dos conectores devem estar com pressão suficiente, limpos, sem vestígio de aquecimento ou zinabre. Puxe os fios próximos dos termanis ou em pontos que tenham movimentos, para encontrar algum rompimento. limpe e reaperte as conexões.

Unknown disse...

Aparecido sou eu de novo.... o meu tempra tornou a dar problema no modulo.... após trocar o modulo o carro não deu mais nenhum "estouro". porém esses dias o carro parou e não queria funcionar, e o modulo estava quente de novo (lembro que ele esta instalado na lataria e com pasta térmica)... voltei o modulo que dá os "estouros" e o carro funcionou porém estourando.... agora lhe pergunto será que o responsável pelo modulo estar esquentando e em seguida desligando o motor do carro é a bobina???? desde já vlw

Aparecido Oliveira disse...

Quê módulo e bobina de ignição está usando? Você mediu o ângulo de permanência? No mais confira a ligação do módulo, principalmente os fios do distribuidor, pois a sua inversão causa aumento do ângulo de permanênncia e isto sobrecarrega a bobina e o módulo. Aparentemente, pelo seu relato, a falha é do módulo, embora não é difícil se confundir com uma falha de bobina. Faça teste no módulo em separado.Sem medições será didícil encontrar a causa.

Malu disse...

Olá, meu nome é Malu. Tenho uma kombi 73 e rcentemente adquiri um fusca 80. Tenho milhoes de problemas mecânicos e elétricos mas sou apaixonada por esses carros e por isso insisto em faze-los funcionar. O maior problema de todos é que nunca encontro mecânicos nem eletricistas competentes ou ao menos interessados em resolver os pepinos que aparecem. Então só me restou uma solução. Pretendo eu mesma aprender o básico para solucionar os problemas dos meus carros. Recorri ao bom e velho Google e acabei de descobrir este blog. Então lá vai a primeira questão que pelo que já vi, é o mesmo problema de muitos aqui. A bobina superaquece. A Kombi não chega a morrer mas se desligar não liga mais. Só quando esfria. Tenho sempre que andar com pano e água p/ esfria-la. Já coloquei bobina nova e acontece a mesma coisa. O eletricista, pra variar, não se interessou em descobrir o problema. Se alguém puder me auxiliar ficarei muito agradecida.

Aparecido Oliveira disse...

Malu, é lamentável a atitude de muitos profissionais, más é ótimo sua iniciativa, foi assim que iniciei neste ramo. Quanto ao seu caso, o problema se deve a uma somatória de detalhes. A temperatura da bobina pode chegar a 80 graus na carcaça, e quente perde um pouco da sua capacidade - isto está previsto.
O que você deve verificar é:
1 - Se a bobina está correta para o sistema.
2 - Qualidade da bobina, fabricante, número de aplicação e referencia do módulo usado.
3 - Se o seu sistema usa a bobina com pré-resistor veja se possui o auxiliar de partida ou se está funcionando.
4 - Cabos de velas, rotor e tampa do distribuidor, montagem do distribuidor, impulsor indutivo, abertura das velas. Todos estes componentes devem ser de boa qualidade e testados quanto ao se desempenho individual, pois afetam a energia de ignição.
Veja outros post para identificar o sistema instalado no veículo e caso tenha mais alguma inquietude estou as ordens.

Anônimo disse...

ola aparecido. tenho uma belina delrey ano 90 quando a ligo em ponto morto em 10 minutos a ventuinha arma.
qua ndo saio com ela logo ela mostra se engasgando e more e aventuinha permanese armda e ela so pega novamente quando desliga a ventuinha

Aparecido Oliveira disse...

Colega, você deve medir a que temperatura está o motor quando liga a ventoinha. Se liga Abaixo de 85 graus pode ser que o interruptor termostático (bulbo de temperatura) esteja defeituoso. se liga na temperatura correta pode ter problem no sistema de arrefecimento, por exemplo: bomba d'água. Com o motor frio pode ocorrer estas falhas. Certifique de que o alternador e a bateria esteja em ordem (alternador deve manter-se entre 13,5 a 14,5 Volts. O fato de não pegar com a ventoinha ligada pode ser excesso de consumo ou falta de capacidade na bateria.

Johanne Coelho disse...

Aparecido, Você ja ouviu falar se esses módulos indutivos de 6 pinos importados são bons? Pois abri um esses dias, um multiqualitá, e ele tem uma resina por cima da placa. Tem tb componentes smd, diferente dos bosch. Será que esses componentes tornam-se mais duráveis que os bosch?

Aparecido Oliveira disse...

Não conheço os módulos importados deste fabricante, Johanne. Verifique as características do módulo. Existem módulos de seis pinos indutivos para diferentes modelos de bobinas.

Anônimo disse...

olá amigo tenho um verona 93 le jetronic estou andando logo normal depois a esquenta falha e morre depois de se dou partida nele logo que morre não funciona depois de uns 3minutos dou partida ele pega depois morre denovo tiro o fluxo de ar ele pega falhando coloco o plugi ele morre só pega se esfriar que pode ser desde já obrigado post o comentário em meu email:camaleao.som@hotmail.com valew galera

Anônimo disse...

Boa Tarde Aparecido
Meu nome é Roberto e gostaria de voltar a muito comentada bobina do Gol Mi de 2 pinos para aplicação em outros carros.Vc menciona muito a questão da compatibilidade da bobina com o módulo para não se ter problemas. Qual foi o módulo original usado pela montadora no Gol Mi do ano 95 pra frente? Não é melhor ja instalar o kit completo original que saiu no Gol? mas digo instalar em outro carro, por ex. num chevette. Seria possível? Vc tem a marca e o código desse módulo ?

Aparecido Oliveira disse...

Roberto a bobina do Gol Mi usa módulo de ignição incorporado na unidade de injeção eletrônica e distribuidor hall fixo (sem avanço mecânico), portanto seria inviável usar todo o conjunto. Não há um módulo simples que seja compatível com esta bobina, cujo tempo de conexâo do primário deve permanecer fixo, em torno de 3,5 milisegundos.

Anônimo disse...

Bom dia Aparecido. Obrigado pelos esclarecimentos técnicos sobre a bobina do Gol Mi. Estive lendo várias respostas suas, para as dúvidas dos outros participantes. Você além de demonstrar extrema boa vontade em nos auxiliar, você da um verdadeiro banho de conhecimento na área automotiva.

Muito obrigado
Roberto D´Elia

Valdemar Sobrinho disse...

Aparecido bom dia. Tenho uma caravan 4cc com ignição eletronica recentemente instalada, mas o chicote nao tem as cores padraõ. O carro esta falhando muito com o chicote na posição original da bobina impulsora, invertendo a polaridade e regulando o ponto novamente melhorou um pouco. Utilizo modulo bosch de 6 pinos e pelo que vi nos esquemas o pino 1 deve ser ligado no positivo da bobina impulsora, mas como descubro qual e o positivo? Na minha bobina esta escrito apenas A e B, qual dos dois é o positivo? Obrigado

Aparecido Oliveira disse...

Valdemar o pino 1 da unidade é o positivo (sinal) deve ser ligado ao pino "A" da bobina impulsora.
Veja mais informações de teste e funcionamento no tag ignição.

Anônimo disse...

ola amigo , tenho um escort hobby, e ele para no meio do transito e nao pega mas , tinha um corta corrente e mandei tirar , mas voltou novamente parar no transito tentava ligar e nada acabava afogando de tanto forçar , e acelerar ai o cara da eletrica falou que poderia ser a bobina ou modulo, antes de comprar mas alguma coisa e possivel medir a voltagem da bobina ,fazendo isto estando correto passarei para o modulo , a bobina qual e a voltagem dela , e o modulo como saber que esta bom ,aguardo sua resposta e parabens pelo seu blog .agora tenho medo de ate andar com ele , estava esquecendo o eletresista fez a medida da corrente do alternador e esta acima de 14 quando acelera o carro parado ja troquei o regulador de voltagem a 2 anos e ele falou que pode ser as escovas do alternador , mas isto nao atrapalha o carro pegar , apenas almenta a voltagem da bateria , me corrija se estiver errado ,abraços

Anônimo disse...

Ola,aparecido tenho uma kombi 2004 que quando aqueçe começa a falhar tipo,falta alimentação.Gostaria de saber o q fazer pois já troquei velas cabos,etc o problema persiste.

Aparecido Oliveira disse...

O caso do escort - Certifique-se de que a bobina e o módulo sejam compatíveis. Outra possibilidade é a tensão elevada do alternador que vai sobrecarregar a bobina causando a perda de potência ou danos para ela. Se a voltagem do alternador está alta resolva primeiro este problema que seria o regulador de tensão - até 14,5 V é normal (veja post de teste do alternador). Se o carro funciona bem e para aleatoriamente pode ser que tenha um problema no chicote, como: mau contato no plug do distribuidor, alimentação do módulo, linha 15 da bobina ou linha do pino 1, ou conexão a massa. com o veículo funcionando movimente o chicote, em toda sua extensão e principalmente nos pontos em que ele está solto, na tentativa de provocar a falha.verifique a tampa e rotor do distribuidor. Não troque peças sem antes revisar o circuito. A possibilidade de ser bobina ou módulo é baixa.

Aparecido Oliveira disse...

A kombi possui histórico de defeito de mau contato da conexão a massa e danos no módulo. Antes de tudo deve ser revisado tais conexões, mas tome muito cuidado existe risco de danificar o módulo. Conte com um técnico para este trabalho. As falhas costumam acontecer após serviços de embreagem, motor de partida, bateria.Outra alternativa é passar por um diagnóstico para verificar falhas gravadas e pressão de combustível.

Anônimo disse...

Agradeço, Aparecido mais infelizmente o problema persiste, levei ao tecnico medio a pressão da bomba, esta otima .trocou a sonda lampada, , resumindo não melhorou, percebi q parece ser alguma coisa envolvendo o distribuidor pois quando volto o ponto diminui a cortação apesar de perder a força,quando coloca no ponto melhora a rotação só q aumenta as falhas, sera q o distribuidor contribui p esse problema? Kombi 2004.

Aparecido Oliveira disse...

Colega todo defeito deve ser investigado, trocar peça ao azar não é a solução ideal. Falhas podem ocorrer por mistura irregular ou falhas de ignição. O etc. do seu comentário me faz pensar que a ignição está perfeita! te questiono novamente: você leu a memória de falhas da injeção fez as leituras dos valores do sistema? na ignição: a tampa do distribuidor está em bom estado: e o rotor do distribuidor? está correta a aplicação das peças? No coletor de admissão não existe entrada falsa de ar? a válvula do canister está vedando? o sensor MAP está limpo e seus valores estão normais? o motor está ok? blow by? e o óleo do motor? pode estar contaminado com combustível!. Como se apresenta o coletor de admissão, limpo ou melado de óleo?
Infelizmente não há como dizer com exatidão qual é a causa do problema, o que tem que ser dito é que precisa ser investigado cada detalhe que tem relação com as causas prováveis que relacionei e outras que posso ter esquecido no momento.

Anônimo disse...

Olá,
Aparecido,meu fusquinha 71/1500 andava muito bem! Daí, deixei o carro no estaciomento do aeroporto, viajei e na volta a bateria descarregou. Como era tarde da noite, fui até um super, comprei uma bateria nova e tchamm,instalei no escuro com a polaridade invertida! Depois de alguma fumaça, reposicionei a bateria corretamente e o carrinho nunca mais foi o mesmo! Falhando muiiiito ao depois de uns 5 km andados. O que pode ter sido danificado? Já troquei bobina (estava ok), regulador de tensão (torrado) e está na mesma! Obrigada pelo blog e sua infinita paciência em responder às perguntas.

Aparecido Oliveira disse...

Anônimo, ao inverter a bateria ocorreu um curto circuito na instalação do gerador. É comum nestes casos danificar o regulador de voltagem (dínamo) ou diodos (alternador). Com dínamo pode ocorrer de polarizar ao contrário. Revise o dínamo/regulador de voltagem e repare a instalação elétrica contra fios danificados ou recozidos pelo super aquecimento.

Anônimo disse...

Aparecido,quero lhe agradeçer no qual vce ajudou a resolver o problema da Kombi 2004,na realidade estava com entrada de ar no coletor na parte de tras na junta entre o cabeçote e coletor. Abraços..

Anônimo disse...

Aparecido eu li em uma revista mecanica que falavra sobre bobina de ignição estas recomendação:
Lembrete: Bobinas Sem estágio = Medir em Trigger – (Negativo)
Bobinas Com estágio = Medir em Trigger + (Positivo)


Eu gostaria de saber o que quer dizer a espressão BOBINA COM ESTÁGIO E BOBINA SEM ESTÁGIO. Obrigado
meu email: batista_rodrigues@yahoo.com.br

Aparecido Oliveira disse...

Rodrigues, é bastante oportuno seu comentário para muitos leitores. A bobina de ignição é ligada e desligada, dizemos chaveada, por um interruptor ( o platinado em um sistema convencional). Com a eletrônica o platinado foi substituído por um transistor de potência, comumente chamado de driver ou estágio de potência. Este transistor pode ser montado dentro da UCM ou na própria bobina de ignição. Se montado na unidade de comando do motor, o chaveamento (trigger) do pino 1, negativo da bobina de ignição, é exposto a voltagens da ordem de 400 Volts de pico ao desligar a bobina, o que chamamos de tensão primária. Nos sistemas em que o transistor está montado na bobina de ignição a UCM (unidade de comando do motor) somente envia pulsos para comandar o transistor, geralmente menor que 5 Volts. Neste caso nem sempre o primário (pino 1 da bobina) está disponível. Em resumo, estágio de potência é nada mais que o transistor, o sucessor do platinado,encarregado da tarefa de ligar e desligar a bobina.

Junior Rodrigues disse...

Olá Aparecido. Tenho um gol 86 1.8 turbo, o sistema de ignição é todo original mudado apenas a bobina que foi trocada por uma de gol MI. O carro está bom só que se eu deixar na pressão correta de combustivel o carro falha em alta (chegando a 5 mil rpm). Pra ele ficar bom tenho que baixar a pressão de comb. o que não é certo. O mecanico falou que isso é na parte de ignição será que ele esta certo ??

Junior Rodrigues disse...

Olá Aparecido td bem ? Sou o Junior Tenho um gol 86 1.8 turbo. Seu sistema de ignição é td original menos a bobina que esta uma de gol MI. O carro esta bom só que se eu andar com a pressão de comb. certa o carro falha em alta rotação (chegando a 5 mil RPM)e pra ele andar sem falhar tenho que baixar a pressão de comb. correndo o risco de dar falta de comb. o que não está certo. O mec. disse que isso é problema de ignição, será que ele esta certo ???

Aparecido Oliveira disse...

Junior, é possível que seja um problema de ignição, só não dá para dizer que seja a bobina a causadora. Para pensar: menor pressão de combustível tende a empobrecer a mistura, geralmente pior para a queima, se melhora no seu caso é sinal que pode estar muito rica, o que dificulta a queima também. agora é possível estar rica somente nesta faixa de rotação? A bobina do gol Mi com o módulo TSZi estaria com tempo de carga suficiente para produzir 28 KV. Em alta rotação o motor precisa de menor nível de alta tensão, dependente da carga. A falha de ignição pode ocorrer por fatores adversos como: turbulência no cilindro, posição da faísca na câmara, abertura das velas ou tipo de velas usadas. Por se tratar de um motor modificado leve em consideração outros fatores. A falha mencionada ocorre com ou sem carga?

Junior Rodrigues disse...

Obrigado pela atenção. Aparecido estou usando velas Br9 da moto DT 200 com abertura 0.6 o carro trabalha com ponto inicial de 15 graus avançando até 30 graus. ahh e ele tem um econostato a mais no 2º estagio. O carro anda com 1.3 pres. turbo e pra andar sem falhar ele anda com uma pressão de comb. 1.9 (o certo seria 2.6) e o hallmeter com qlqr pressão ele fica sempre no rico. Ja troquei td modulo, bobina, cabos, velas até a bateria.

Renan Santos disse...

Boa noite!!!
Meu nome é Menezes gostaria de saber por que ao trocar a bobina de meu carro (monza) a mesma fica com barulho dentro do cabo no bico da bobina, o cabo de vela e´original novo. Será que a bobina está com defeito, ela é nova pode ter vindo com defeito de fabrica.

Aparecido Oliveira disse...

Junior a melhor forma de saber o que está ocorrendo é colocar o carro em um dinamômetro e fazer medições, do contrário tudo que se diga é apenas chute ou experimentação. Por exemplo eu acho que 0,6 mm de abertura de vela é pouco, porém como saber sem fazer medição de alta tensão e com diferentes cargas? O que você está fazendo se trata de um projeto para um novo motor, portanto a ferramenta é indispensável.

Aparecido Oliveira disse...

Menezes, corrigindo, o ruido pode ser fuga de corrente ou centelhamento. Se o barulho é no cabo pode ser que este esteja interrompido verifique a continuidade/resistência com um multímetro.Certifique-se que o cabo esteja bem encaixado e com contato no pino da bobina. Ao examinar o cabo, se há fuga, deixará vestígios. Não creio que a bobina tenha problema, considerando que o ruído está no cabo.

Anônimo disse...

ola aparecido, estou com um pequeno grave problema., trabalho com GNV e tenho problema de queima de bobina, quando a mistura fica ideal tudo fica ok, mas quando a mistura trabalha pobre, depois de uns dias o cliente volta com problema de bobina.
lembrando que o retorno é quando está com variador de avanço.
me contaram que as bobinas novas ex. cobalt, spin não tem a mesma qualidade de antes.
obrigado

Aparecido Oliveira disse...

Colega, veículos GNV podem necessitar de um nível maior de alta tensão e geralmente fazem recomendações para que a vela seja ajustada com 0,1 mm menor que o recomendado para o combustível original. Em casos que haja elevação de alta tensão poderá ocorrer fuga de corrente na bobina danificando-a. Se a queima é como o da foto do post seu problema está relacionado a corrente excessiva no enrolamento primário, causado por incompatibilidade da bobina com o sistema de controle.

Alemao disse...

Olá Aparecido! Tenho um motor dodge v8 em um barco e o modulo laranja tem 4 fios. Comprei um modulo nos eua e veio de 5 fios. Pergunto se dá pra usar e qual a diferença. E o que poderia ser feito para melhorar a eficiencia de um v8 antigo sem gastar muito? O modulo de 5 fios é um Standard S516.

Aparecido Oliveira disse...

Sinto muito não poder te ajudar Alemão, não tenho informação deste módulo, portanto não sei te dizer se é compatível os módulos de 4 e 5 pinos e tão pouco sua ligação.

Jean Moraes disse...

Boa tarde Aparecido,
Tenho um Scenic 1.6 16V q usa 4 bobinas. Sempre queima a mesma bobina. Detalhe, tenho comprado no mercado paralelo. Sei q a qualidade é duvidável mas estou c dúvida se meu carro pode estar c algum problema relacionado a essa posição onde a vela esta instalada. As velas são novas!
O q me aconselha a observar? Sou técnico e eletricista mas c pouca experiência em autos.
Essas bobinas podem ser recuperadas?

Aparecido Oliveira disse...

Jean as bobinas dos cilindros 1 e 4, assim como as do 2 e 3 trabalham em série, ao danificar uma delas se recomenda substituir o par. Existe até quem recomenda substituir as 4 bobinas. Caso contrário ocorre a queima frequente como menciona. O uso de bobinas de diferentes fabricantes no par pode contribuir para a queima, devido a diferenças construtivas (indutância do enrolamento). Infelizmente não há possibilidade de recuperação.

Julio Cunha disse...

Olá,

Tenho uma saveiro 1.8 95 Turbo (rodando no alcool). Estou tendo problemas com o cabo que sai da bobina e vai para o distribuidor (bobina,distribuidor, cabos e velas novas). Toda vez que o turbo pressuriza, este cabo se solta na altura do distribuidor. O borne que faz contato permanece no distribuidor, porém o cabo se solta do mesmo. O que pode ser? Ótimo blog!

Aparecido Oliveira disse...

Julio, é possível que o cabo se solte devido a vibração causada pelo motor ao acionar o turbo. Por outro lado a fixação do cabo no terminal deve ser ruim ou não há folga para movimentação, não se esqueça que o motor se movimenta durante o esforço. Avalie se há folga para suportar a movimentação natural do motor, se os cabos são maleáveis, e a fixação do terminal ao cabo (em caso de cabo comum solde-o se possível, ou faça climpagem com ferramenta adequada).

Julio Cunha disse...

Obrigado Aparecido!! Vou verificar isso e qualquer coisa volto a te incomodar! É um cabo comum sim. Você indica solda-lo? Como?

Aparecido Oliveira disse...

depende, que cabo que está usando? se for comum (de cobre) e terminal de latão pode soldar com estanho.

Anônimo disse...

bom dia Aparecido tenho um golf 96 /97 1.8 mexicano, ja quimou tres bobinas e esta esquentando mais que o normal, ja troquei velas cabos tampa e rotor e as bobinas duram praticamente uma semana ai do nada elas queimam e o carro as vezez nao esta nem muito tempo ligado. Nao imagino o que pode estar queimando a bobina,pode me dar um socorro?

Aparecido Oliveira disse...

Colega, a bobina para seu carro é a Bosch 0986221000, está correta sua aplicação? Outros fatores que podem queimar a bobina: conexão a massa (aterramento) da unidade de comando ou bobina de ignição (pino 1 )deficiente, curto circuito no sinal de comando da bobina (pino 2), tensão do alternador muito alta (medir 13,5 a 14,5 V normal), unidade de comando defeituosa (verificar o sinal de comando impulso dura cerca de 3 ms)

Julio Cunha disse...

Obrigado

bacteria bruno disse...

bom dia Aparecido,tenho um uno 90 1.3 alcool. gostaria de saber se pode ter algum problema ou mal contato antes do modulo de iguinição que faça com que a bobina mande quase centelha nem uma.poi o uno ta assim e ja testei o módulo e a bobina e tão funcionando.

agradeço
bac

























Aparecido Oliveira disse...

Bruno se há falha de ignição ou baixo rendimento do motor, é que o baixo rendimento da bobina seja a causa. Verifique a voltagem de alimentação no borne 15 da bobina e borne 1. Check os fios do chicote para saber se está em ordem, sem emendas ou emendas devidamente soldadas. (veja post sobre os testes) Sem equipamento não é possível saber se a bobina está com rendimento normal ou saber onde está a falha, caso exista. O jeito é examinar bem o chicote, conexões e aterramento.
Não deixe de avaliar o sistema como um todo, cabos de velas, rotor/tampa do distribuidor e vela. Ponto de ignição e ajuste de mistura desregulado pode confundir com falhas elétricas.

Danilo Roberto da Conceição disse...

Bom dia aparecido meu nome e Danilo e estou com uma duvida e agradeceria muito se vc me ajuda se.Eu tenho uma chevrolet trafic 1994 gas e gnv a bobina esquenta tanto que nao congigo por a mao fora isso a trafic ficaa falhando o cabecote foi retificado o alternador esta carregando 14.3 seg um eletricista q levei entao este mesmo eletricista me sugeriu colocar a bobina do gol mi .gostaria q vc me desse sua opiniao desde ja agradeco suas informacoes ajudam muito parabens pelo seu trabalho.

Aparecido Oliveira disse...

Danilo para entender se há algo errado preciso saber que módulo e bobina está usando. No blog você encontra informação sobre a compatibilidade da bobina com o módulo, e veja também os comentários sobre dezenas de colegas que usaram a bobina do gol Mi e poderá comprovar que não dá certo. Quanto a falha comece pelo motor, avalie a compressão e vazamento dos cilindros, paralelamente confira o sistema de ignição quanto as peças usadas,instalação, ajustes abertura de velas,etc.

Leandro Vasconcellos disse...

Tenho um cordoba SXE 97, gasolina e GNV, está acontecendo o seguinte:
Quando ando com ele e o motor esquenta, o mesmo morre e só pega depois que esfria. Tento colocar ele para pegar mas o motor tentar virar e nada. Já me falaram que pode ser o relé que alimenta a central que é o mesmo que alimenta a bomba do combustivel, já me falaram que pode ser bobina e até mesmo que no gás ele pode estar afogando. Qual a opinião de vocês?
Leandro

bacteria bruno disse...

boa noite aparecido é o bruno do uno 90 fiz todos os tetes realmente não é a bobina nem modulo de iguinição os chicotes não encontrei defeito.mais to suspeitando que pode ser o eixo que faz o distribuidor rodar não esta fazendo ele rodar quando do partida.pode ser isso ou não.obrigado

bacteria bruno disse...

boa noite aparecido é o bruno do uno 90 se se o distribuidor não rodar quando for dada a partida não chega energia suficiente ou correta no modulo e na bobina,e a bobina não consegue funciona corretamente.ha essa possibilidade.

obrigado

Aparecido Oliveira disse...

Leandro, para solucionar um problema devemos listar falhas possíveis e investigar se é provável, como tantas que já ouviu, estabeleça uma linha de trabalho e passe adiante. O motor frio exige uma mistura mais rica para pegar e manter a marcha lenta, entretanto ao aquecer a mistura deve se tornar mais para pobre. Ao apagar com o motor quente pode ter relação com a mistura, então procure ver se realmente a mistura está rica. Ou, a perda de rendimento da bobina ao aquecer também pode desligar o motor e não pegar até esfriar, então procure comprovar se isto acontece. Fique atento a sintomas que possa te dar outras possibilidades como:alimentação elétrica (alternador), se a falha ocorre com os dois sistemas (GNV e gasolina)ou não, ler a memória de erros e sensores, testar a pressão e vazão da bomba de combustível, etc.

Aparecido Oliveira disse...

Bruno, é possível que a queda de voltagem da bateria durante a partida seja muito grande por deficiência da bateria mesmo ou do alto consumo do motor de partida. Teste a voltagem da bateria na partida mínimo 9,5 V por 10 segundos. Outra possibilidade é a voltagem no borne 12 da bobina ser deficiente na partida: para comprovar ligue um fio do positivo da bateria ao positivo da bobina (borne 15) se for este o caso verá mudança no funcionamento.

Aparecido Oliveira disse...

Bruno quanto ao distribuidor não há essa possibilidade, se ele não roda o motor também não rodaria, e se isto acontecer perderia o sincronismo e não pegaria mais.
Para ignição TSZi veja post específico, para verificar se não está fora da posição o rotor impulsor (aranha) do distribuidor.

bacteria bruno disse...

aparecido parabéns pelo blog e muito obrigado por ter me ajudado,apesar do defeito não ser na pate elétrica foi através dos testes que mandou eu fazer,tais como testar bateria,modulo,bobina,cabo de bobina e
velas,tampa do distribuidor e distribuidor,chicotes.que cheguei na correia dentada

bruno do uno 90 1.3 alco .agradecido

Aparecido Oliveira disse...

O mérito é todo seu Bruno. Engana-se quem pensa que o técnico sabe apontar todos as causas de defeitos sem examinar nada. Assim funciona, levantamos hipóteses, fazemos testes no componente, e se não concretiza passamos ao próxima etapa, até esbarrarmos com a causa do problema. Parabéns pelo seu esforço.

Anônimo disse...

Boa Tarde Aparecido. meu nome é Roberto, tenho um catálogo de velas NGK de 1981 e encontrei nele a vela BP6FS-11 para aplicação no chevette S/R 81/82 e indica uma abertura de gap 1.1mm . Essa codificação "-11" no final, diz o cátalogo que é para uma abertura maior do gap. Vc saberia dizer que módulo de ignição eletronica era esse que saiu neste chevette S/R 1.6 gasolina que permitia essa abertura de gap de 1.1mm ?

grato pela atenção

Aparecido Oliveira disse...

Roberto, nesta época a ignição TSZi estava no auge. Para o Chevette é o módulo Bosch final 004 e a bobina de ignição KW 067. A abertura de vela de 1,1 mm tem a ver também com a compressão do motor, mistura e características da vela. Para a vela Bosch neste motor a abertura indicada é de 0,8 mm, portanto um décimo maior que o habitual em outros motores.

Anônimo disse...

olá sr Aparecido, tudo bem?
eu já não posso dizer o mesmo hehehehe, gostaria que me ajuda-se, tenho um golf ano 2000 1.6 sr motor AKL. O problema começou quando troquei as velas e cabos, correia dentada e tensor, tudo novo, o problema é que a bobina de ignição esquenta e o carro apaga e não pega mais, jogo água na bobina e esta esfria o carro volta a pegar novamente e anda até esquenta-la novamente, primeiramente comprei velas na auto peças e me venderam velas bkur5etc-10d,e cabos magneti marelli, vi que as velas não são originais então troquei por originais bkur6et-1o e troquei a bobina colocando bosch 032905106D 4 pinos, mas o caso continua e ainda desliga e esfriando anda mais um pouco!
Sr Aparecido, o que pode estar causando o problema? poderia informar a voltagem de cada pino do plugue que conecta a bobina para eu verificar!
Obs: para os que discriminam golf, digo ao contrario, é um excelente carro, não podemos comparar com modelos mais avançado, mas assim mesmo ele da de chapéu em alguns tops, recomendo, pois esse é o único problema que me apresentou até agora... c possível me responda por EMAIL tenebroso_mi@hotmail.com
Att Miranda

Anônimo disse...

Muito boa tarde Engº Aparecido
Roberto de novo. Aparecido veja se pode me elucidar essa dúvida. Se a centelha na vela for intensificada, a combustão se daria mais rápida do que a combustão habitual do projeto original do motor?? Seria necessário atrasar um pouco o tempo de ignição ?? Estou intensificando a centelha em muitas vezes apenas com um capacitor a disco ligado paralelo a vela. Meu módulo é o Bosch de 6 pinos final 004 e a bobina 067. Motor 1.6 Chevette gasolina original de fábrica sem veneno ou modificações.

Grato mais uma vez.


Aparecido Oliveira disse...

Roberto, isto não deve influenciar na velocidade de queima.

Gabriel silva disse...

Aparecido , tenho um golf 97 2.0 MI ta queimando bobina toda hora , ja troquei vela cabo rotor , o que pode ser ? abraço

Aparecido Oliveira disse...

Gabriel, se a bobina é a recomendada para o carro, então verifique se o fio negativo da bobina está bem conectado ao chassi, se a a alimentação de 12 V está em ordem, e o sinal de comando do módulo da bobina, e conexão massa da unidade de comando em ordem?

Gabriel silva disse...

a minha bobina ta esquentando muito rapido , dai acho que por isso que queima , o carro esquenta e começa a falha pode me ajuda tbm , abração

Aparecido Oliveira disse...

Gabriel, não sei que sistema/carro você tem. Veja os comentários possivelmente terá a resposta para seu caso ou dê mais detalhes do seu caso.

Gabriel silva disse...

eu tenho um golf 97 M.I 2.0 , ta esquentando muito rapido a bobina , e quando o carro esquenta começa a falhar também .

Gabriel silva disse...

tenho mais uma pergunta também , a luz da temperatura não para de piscar , ja desliguei todos os sensores e não para de piscar

Gabriel silva disse...

aparecido , esta mandando 13.93V para bobina , é muita tensão ou esta bom ?

Aparecido Oliveira disse...

Gabriel, ok a tensão está normal. Mas qual o numero do módulo e bobina de ignição que está no seu carro.

So Php disse...

boa tarde!
Tenho um verona 90/91 1.6 CHT, e neste último final de semana, voltando de Porto alegre, meu carro simplesmente se apagava, mas continuava com corrente elétrica normal,luzes funcionando, batia arranque e tudo. esperava alguns minutos e as vezes na chave, as vezes no tranco ele pegava e eu seguia viagem. andava mais uns 30 ou 40 Km e novamente se apagava, geralmente na 5ª marcha e notei tbm que soltava fagulhas pelo escapamento. Consultei um amigo aqui e o mesmo me disse que poderia ser a bobina, pois nesta marcha é exigida uma carga maior da bobina devido ao torque necessário.O mesmo me falou ainda que essas fagulhas provavelmente são resíduos de combustível que, devido a falha da centelha, não queimaram e foram queimar na saída do escapamento, e que devido a borboleta do carburador ficar aberta, continuava injetando combustível fazendo com que o mesmo afogasse, dificultando a partida na chave.Para constar, antes de viajar mandei fazer uma limpeza geral no carburador, as velas são novas, filtro de combustível também é novo,o carro não está fora do ponto e o combustível é de boa procedência, porém o rotor não é o original (bosch). Realmente esses sintomas são de defeito na bobina, ou algo "maior" pode estar camuflado por estes "sintomas"?
um abraço e aguardo sua resposta.

Aparecido Oliveira disse...

Php, falha de queima pode ter relação com sistema de combustível ou ignição. Deve ser revisado o carburador e a ignição, como já fez a manutenção no carburador comece pela ignição. É possível que seja a bobina porém não é recomendável a sua troca sem que tenha certeza. Por outro lado verifique rotor do distribuidor e tampa quanto ao estado e qualidade do material, limpeza (pode apresentar resíduos de carvão, poderia estar molhado quando falhou, o rotor pode ter interrompido ou apresentado fuga. O distribuidor está bem fixo? suas partes móveis internas estão firmes e com movimento suave sem folgas? O rotor deve ser de qualidade portanto reveja se a aplicação que fez é viável. Confira se a aplicação da bobina está correta para o sistema de ignição usado.

Mateus Barros disse...

Sou proprietário de uma VW Variant ano 74, o carro foi restaurado este ano, retifiquei o motor, aproveitei e troquei os cabeçotes pelos modernos, virabrequim, carburadores (comprei os carburadores originais), bomba de gasolina, o sistema elétrico foi trocado, alternador, bateria, os cabos elétricos revisados, o distribuidor foi trocado pelo da Kombi “sistema Hall”, comprei original da Bosch o modulo de ignição 0227100142 a bobina 9220081097. Acontece Sr Aparecido, depois que montei o carro ele funciona perfeitamente, ando em minha cidade, a qual tem relevo bem acidentado, a Variant quando vai subir algum morro mais forte morre no meio de caminho.....mesmo embalando perde a força...ou quando engata 1ª no pé do morro, também perde a força. Estou buscando um diagnostico...ate agora não achei. Ai procurando achei que poderia ser o sistema de Ignição que adaptei, pois notei que o modulo anda esquentando... o que pode ser? Alguma sugestão!

Aparecido Oliveira disse...

Mateus o sistema de ignição não é o problema, é normal o módulo esquentar um pouco.
Pode ser que os avanços de ignição que não são ideais para o motor liberar potência. Verifique também a sincronização do distribuidor, veja se o rotor aponta corretamente para o cilindro que está posicionado no ponto morto superior em compressão. Verifique a curva de avanço, em adaptações assim é preciso refazer-la. Outra questão é a calibração do carburador.Por último o próprio motor quanto a taxa de compressão e comando, se é que houve alteração nas suas características!

Aparecido Oliveira disse...

de Riky BOAS.. tenho um ford tecno 12.5 de 1999 16v ultimamente tem me queimado as bobines (meto-lhe uma ele anda 2 meses e volta ao mesmo nao quer andar quando e parece estar intupido e subidas nem força, nao quer mesmo andar) ja n sei o que fazer ja lhe vi as velas ja lhe medi a compressao esta boa tambem a 120, cabos tirando um a um tambem n vai a baixo. ao trabalhar o relantim é normal e n falha o k devo fazer ou o que pode ser? obrigado..

Riky, se a bobina funciona em marcha lenta e não atende o motor em carga alta, pode ser que haja fuga de alta tensão nos cabos, rotos/distribuidor, ou velas com abertura de eletrodos muito grande , desgastada ou inadequada para o motor. Primeiro reveja estes pontos. do lado da bobina ela pode ter a demanda de energia reduzida por quedas excessivas de alimentação, conexão a massa deficiente, ou módulo (se eletrônico) inadequado ou a própria bobina inadequada para o sistema. Verifique cada ponto deste conforme o sistema instalado, reveja a compatibilidade da bobina com o sistema, e verifique a instalação quanto a queda. se possível meça a corrente do primário da bobina para saber se está normal.

Gustavo Lehto disse...

Parabéns pelo trabalho e a infinita paciência com os aventureiros como eu que partem em busca de respostas ou solução de problemas que enfrentamos com os nossos amados e as vezes odiados veículos.
Tenho um Jeep 69 com motor Ap 2.0 Movido a Etanol e enfrentei o problema que deu origem a este post, e hoje consegui resolver graças a este blog, já tinha trocado a bobina, coloquei o resistor que realmente fez a bobina trabalhar bem mais fria, ate acho que baixo demais e na partida a frio não ficou boa e então coloquei um relé auxiliar jumpiando o resistor somente na partida, cabos de vela, rotor, tampa, ficou faltando as velas e módulo. Então depois de passar boa parte da noite lendo este post, pela manha troquei as velas, assim que tirei a primeira vela, já fiquei animado pois ela estavam com as bordas bem corroídas por causa do Etanol e de fato eram elas as causadoras da tão reportada falha de ao esquenta o motor em um transito mesmo sem superaquecimento o motor começa a presentar falhas como se fosse de carburador, se deixar morrer tem que esperar a bobina ou motor esfriar... Achei importante contribuir com um "feedback" , foi uma coisa que senti falta neste post foi que muitas pessoas perguntam sobre os problemas mas poucas dão um retorno da solução que encontraram! Assim como para mim, deve ajudar outras pessoas!

Oficina do Chef disse...

Depois que aquece, minha Scenic (RXE 2.0 16v ano 2002) fica frouxa, não sobe na segunda marcha (subida média) nem com ar condicionado desligado. E se desligar o carro, só pega novamente depois que esfria o motor ou se segurar na partida com o acelerador no fundo. E depois que pega, fica trepidando mesmo na lenta. Já levei em 3 mecânicos, todos colocaram o carro no scanner e não acusa defeito algum. Então levei no escapamento para conferir o catalisador: não está quebrado e nem entupido. O que pode ser?

Aparecido Oliveira disse...

Chef, Em primeiro lugar certifique que o motor esteja em ordem. Vários problemas podem contribuir para a má aceleração. Bobinas de ignição dos cilindros 1 e 4 , 2 e 3 trabalham em série e costuma dar bastante problema,checar se estão boas. Procurar por fuga de ar na admissão, respiro do motor (blow-by com problema, óleo contaminado com combustível,válvula do canister aberta, respiro do canister entupido (deixe a tampa do tanque aberta para ver como reage. Apesar de não ter erro verifique se a temperatura do motor está igual a informada pelo sensro (lida no scanner), o mesmo para o sensor MAP ( as vezes desligando o sensor MAP pode ser notada a reação do motor, se diferente pode ndicar um problema com o sensor) Confira a pressão e vazão de combustível. Remova e teste as válvulas de injeção em um equipamento quanto a vazão e pulverização.

Aparecido Oliveira disse...

Obrigado pelo retorno Gustavo. Você tem razão, um retorno por parte dos leitores seria bom para todos.

Sergio Ricardo disse...

Boa noite aparecido e em primeiro lugar feliz 2014 para você.
Bom tenho um fusca ano 71 motor 1500,este carro esta com o alternador wapsa e comprei um distribuidor completo(novo e uma ignição de três pinos,comprei também cabos e velas ngk,minha bobina e bosh,mas, mesmo assim quando o carro esquenta as vezes falha e quando desligo não pega a bobina esta esquentando muito e tenho que molhar um pano para que o veículo pegue.
agradeco muito se você me ajudar neste problema obrigado.
Sergio patricio.

Aparecido Oliveira disse...

Sergio, você não menciona o modelo de bobina e tipo de ignição. Para te responder com maior precisão informe a referencia das componentes: bobina, módulo, distribuidor. De qualquer maneira este é um tema muito consultado e em algum comentário você encontrará a resposta que cabe no seu caso ou me indique os componentes.

Giovane Nunes disse...

e o seguinte eu tenho um santana 1990 2.0 a gasolina, recentemente eu instalei uma injeção MI nele, e depois disso esta apresentando um problema após o carro esquentar.

quando o carro esquenta, o problema aparece como fosse uma falta de gasolina, o carro vai ficando fraco, da pra percebe que o modulo tenta corrigir jogando mais ar(da pra perceber por causa do barulho), e após o carro morre, ae se tentar ligar novamente ele pega mas se tentar sair ele fica fraco e morre. então tem que esperar o carro esfriar, logo depois ele anda normalmente.

alguém tem ideia do que pode ser este problema?

Anônimo disse...

Boa tarde Aparecido, primeiramente gostaria de dar os parabéns pelas informações concedidas á todos, meu problema é o seguinte: Tenho um gol 86 AP 1.8 agora com bobina do MI, com o carro desligado, somente o pós chave acionado, o negativo da bobina já começa a esquentar, quando ligo a bobina também esquenta, semana passada já queimou uma, desliguei todos os acessórios que estavam ligados na bobina e mesmo assim a bobina persiste, já usei sistema hall e agora com modulo antigo, esquenta somente a bobina aponto de desligar o carro. Grato

Aparecido Oliveira disse...

Anônimo o problema é que está usando uma bobina que não é compatível com o módulo.
Se usar módulo TSZ de 6 pinos deve usar a bobina Bosch 067 ou similar e se usa o módulo hall tem que usar a bobina bosch 097 ou similar.

edson disse...

Boa tarde ! Meu nome e edson tenho um voyagen 2011 com GNV e já troquei +ou- 5 bobinas gostaria de saber o que pode estar ocasionando esse problema , a bobina não queima ela trinca e ai fica dano fuga de sentelha onde o carro fica falhando somente no GNV , no álcool funciona normal , obs a bobina esta durando uma semana e trinca.

Aparecido Oliveira disse...

Edson, revise as conexões e chicote quanto a mau contato, principalmente se teve que fazer emendas do chicote para a adaptação do gás. Outra possibilidade é a alta tensão muito elevado no gás, como foi deixado a abertura da vela?

Michael Ildefonso disse...

Boa tarde!
Meu nome é Michael tenho um monza carburado 1990 o sistema de ignição dele é com a bobina kw12 067. Estou com problemas com aquecimento de bobina e o modulo tb esquenta, já foi trocado praticamente tudo restou o somente o modulo os negativos no bloco e bateria estão em bom estado, um detalhe interessante é que as vezes esculta um "estouro" ao virar o pós chave sem partida ocorre de vez em quando com o motor aquecido. Que teste posso fazer pra apontar os possiveis defeitos?
Agradecido

Aparecido Oliveira disse...

Michael, o funcionamento do motor está normal???
O aquecimento da bobina é relativo, pode chegar a 80 graus na carcaça. O módulo aquece bem e até certo ponto é normal. Em caso anormal podemos pensar na localização do módulo (recebendo muito calor do motor), sua montagem (deve ter um bom contato com o chassi para ajudar a dissipar o calor) e defeitos neste como queda de tensão acima do normal ou alimentação (alternador com voltagem alta. Você deve fazer medições de tensão no pino 1 e 15 da bobina em relação a massa com a chave de ignição ligada e o conector do distribuidor desconectado. Veja os valores no post que trata deste módulo. Os estouros são normais ao ligar ou desligar a chave as vezes produz uma centelha queimando a mistura residual no interior do cilindro.

caramaneiro123 disse...

Ola Aparecido, gostaria de uma ajuda sua!! pouco atras o meu monza 96-Efi queimou o modulo hei!! fazendo uma reavaliaçao nas peças, constatei que a bobina esta apresentando um valor, abaixo do estabelecido na resistencia primaria!!(o certo é apartir de 0,39 ohms, esta aparecendo no multimetro 0,19 ohms)porem o carro esta pegando numa boa!! devo troca-la?

Paulo Afonso Ribeiro disse...

Olá Aparecido. Tenho um clio 1.0 16v 2001 e está apresentando problemas, parece que falha só um cilindro e acho que é a bobina que é nova. O mecânico me disse que pode ser falta ou falha do aterramento. Mas aí não funcionariam outras coisas tambem?! Se for falta ou falha no aterramento falharia só um cilindro?
Aguardo seu retorno.
Um abraço.

Aparecido Oliveira disse...

Caramaneiro, não creio que a bobina tenha problema, do contrário o módulo não suportaria tanto tempo e o carro falharia em aceleração com carga. A divergência na leitura se a deficiência do multímetro em medir baixa resistência. tente outra forma de medir como por exemplo: com uma fonte de corrente ou com osciloscópio.

Aparecido Oliveira disse...

Paulo, realmente se fosse aterramento seria uma falha geral. Avalie a situação da vela de ignição. Quando foi trocada? Que sistema é? Se o sistema for Siemens as bobinas dos cil 1-4 ou 2-3 estão ligadas em série e neste caso a recomendação é trocar pelo menos o par (cilindros gêmeos), pois quando estraga uma a outra provavelmente é afetada. Há quem recomenda trocar as quatro!

Michael Ildefonso disse...

Boa noite, referente ao monza que comentei a pouco tempo, fiz a medição soltei o conector do distribuidor (não o da bobina) e fiz a leitura o primário ficou com 7V e no outro terminal ficou com 1,40V. Um detalhe que deparei foi a falta do terra no pino 5 do modulo, fiz a ligação e rodei com o carro o dia inteiro e não deu problema, só a noite com o carro frio começou a dar umas pequenas falhada em baixo giro (±1200 RPM) nesse dia estava chovendo, quando o problema ocorreu na 1 vez de o carro morrer como mencionei na outra pergunta tb estava chovendo.

Aparecido Oliveira disse...

Michael, 7 Volts no pino 15 da bobina está um pouco baixo, deveria ser de 8 a 10 Volts. Pode ser que a tensão da bateria está baixa ou o pré-resistor tem uma queda mais acentuada. De qualquer maneira a impressão que me dá que seu problema está na tampa do distribuidor, rotor ou velas com abertura elevada ou carbonizada. Você está usando tampa original de epoxi, examine se está limpa e em bom estado internae externa, o rotor é o final 216, mediu a resistência do rotor? original?

Aparecido Oliveira disse...

Michael, 7 Volts no pino 15 da bobina está um pouco baixo, deveria ser de 8 a 10 Volts. Pode ser que a tensão da bateria está baixa ou o pré-resistor tem uma queda mais acentuada. De qualquer maneira a impressão que me dá que seu problema está na tampa do distribuidor, rotor ou velas com abertura elevada ou carbonizada. Você está usando tampa original de epoxi, examine se está limpa e em bom estado internae externa, o rotor é o final 216, mediu a resistência do rotor? original?

Michael Ildefonso disse...

Aparecido, a tampa de distribuidor é nova o rotor aparentemente está bom, fiz a medição e constou 5,46ohms, os cabos são novos os antigos estava dando fuga neles e na bobina.

Aparecido Oliveira disse...

Michael mesmos sendo novos examine se não há vestígio de fuga de corrente. Examine se o rotor não está fora de posição, no monza costuma sair fora o rotor impulsor da bobina impulsora, veja post sobre ignição para conferir a montagem.
Para testar uma possível influencia de queda de tensão exagerada ligue o 15 da bobina direto ao positivo da bateria.

samuel disse...

Aparecido, tenho um corcel 2 e a um certo tempo a bobina (ignição) esta aquecendo, aii resolvi trocar a bobina, nao adiantou, ela segue aquecendo e o carro se corta em subidas frequentemente.
se tu poder me dar uma dica pra mim tentar resolver o problema, te agradeço. Abraço

Aparecido Oliveira disse...

Samuel em primeiro lugar cerifique-se que a bobina é compatível com o módulo.Confira se o alternador, circuito da ignição está em ordem. Ajustes do distribuidor, sincronismo do impulsor, rotor e tampa do distribuidor,inversão de polaridade no impulsor se for o sistema indutivo, conexões ou emendas com mau contato, são algumas possibilidades de falhas. Identifique seu sistema de ignição e veja no blog a sua características para que funcione adequadamente.

Aparecido Oliveira disse...

Samuel em primeiro lugar cerifique-se que a bobina é compatível com o módulo.Confira se o alternador, circuito da ignição está em ordem. Ajustes do distribuidor, sincronismo do impulsor, rotor e tampa do distribuidor,inversão de polaridade no impulsor se for o sistema indutivo, conexões ou emendas com mau contato, são algumas possibilidades de falhas. Identifique seu sistema de ignição e veja no blog a sua características para que funcione adequadamente.

Anônimo disse...

Aparecido, tenho um Santana 88 1.8 Álcool, ele está esquentando a bobina e corta a corrente; um tempo atrás eu troquei por uma bobina vermelha da marca MARFLEX, ela funcionou por um tempo e queimou, só que quando fui trocar de novo vi que os polos estavam invertidos, agora coloquei uma da BOSCH (não vermelha) e quando esquenta corta a corrente; troquei a bobina impulsora, o módulo de ignição, e o problema persiste, o que pode ser?
Se tu puder me ajudar agradeço!!

Aparecido Oliveira disse...

Anônimo, se você quer dizer que o carro falha em acelerações brusca pode ser a bobina inadequada, se falha mesmo em marcha lenta ou carga baixa pode ser um problema no chicote: mau contato, emendas mau feita, conexão a massa, chave de ignição com problema, etc.
Coloque a bobina correta para o sistema e revise a instalação.

Aparecido Oliveira disse...

Anônimo, se você quer dizer que o carro falha em acelerações brusca pode ser a bobina inadequada, se falha mesmo em marcha lenta ou carga baixa pode ser um problema no chicote: mau contato, emendas mau feita, conexão a massa, chave de ignição com problema, etc.
Coloque a bobina correta para o sistema e revise a instalação.

Anônimo disse...

A minha bobina é com a numeração final 077, e o módulo original do carro 011, o problema é que quando eu pego um engarrafamento, por uns 30 minutos, o carro começa a falhar e morre, e depois não liga mais, só quando a bobina esfria novamente; enquanto não dá o superaquecimento da bobina o carro funciona perfeitamente, já levei no eletricista e ele puxou um fio positivo até a bobina por fora do chicote, e o problema continua; devo trocar por uma bobina vermelha, porque da outra vez ela funcionou por uns 2 anos bem, só que dessa vez não tinha a vermelha, coloquei a outra prateada, com a numeração certa do carro que é a 077; O que pode ser e o que devo fazer? Grato!

Aparecido Oliveira disse...

Anônimo a bobina original 077 Bosch é prata com uma etiqueta vermelha. Está usando a original? Por outro lado a bobina está correta para o módulo. Verifique o ângulo de permanência ou confira a ligação do distribuidor, se estiver invertido pode ser a causa. Confira se está em ordem: cabos de velas, rotor, tampa do distribuidor, sincronismo do rotor. Verifique a vela quanto a desgaste ou excesso de abertura dos eletrodos.

Wildson disse...

Wildson
Boa noite gostaria de saber se é possivel usar um quit de ignição de um fiat elba 1.5 gasolina em um fusca 1300?

Aparecido Oliveira disse...

Wildson, módulo/bobina é possível sim. A dificuldade é a adaptação do distribuidor e o acerto da curva de avanço do ponto de ignição.

luan disse...

aparecido, os fios da bobina impulsora do didtribuidor tem lado? ou eu posso invertelos, se eu inverter o q aconteceria?( trata se de um fusca com igniçao original e modulo bosch 6 pinos).
grato.

Aparecido Oliveira disse...

Luan, tem polaridade sim, se inverter a faísca vai saltar entre dois pinos da tampa do distribuidor. O carro vai falhar (fora de ponto), danifica a tampa do distribuidor e rotor. Veja no blog detalhes da instalação.

Anônimo disse...

boa tarde,
tenho um chevette 85 1.6 a alcool e gostaria de saber qual a bobina ideal pra se ter uma eficacia maior na hora da partida, ouvi dizer q a do gol daria um resultado melhor
desde já obrigado

Aparecido Oliveira disse...

Anônimo, comprovadamente a bobina do gol não serve, basta ler os comentários que relatam isto. Problemas de partida podem ocorrer por vários motivos e uma bobina "mais potente" pode até compensar a deficiência, mas não é a solução.
Faça uma inspeção detalhada para determinar qual é a causa do problema entre: compressão do motor, velas, cabo, tampa e rotor do distribuidor, instalação elétrica, bateria, etc.