Pulsador de bobinas de ignição com oscilador Esaki versão 2

Esta versão tem como finalidade simplificar o pulsador anterior, visto que há uma dificuldade de encontrar algumas peças. O uso do transistor de potência de tecnologia mosfet elimina a etapa de pré-excitação, já que a corrente de gate deste transistor é extremamente baixa. 
Devido a simplicidade deste circuito a montagem pode ser feita em uma ponte de terminais para solda, facilmente encontrada em lojas de eletrônica. 
Para dar um ar de deboche a simplicidade eu montei este circuito em um cartão plástico, como podem conferir no meu vídeo do you tube. 
Abaixo segue a figura mostrando todos as interligações e os componentes usados.
 A lista de componentes é a mesma da primeira versão exceto o capacitor de 400 Volts que pode ser de poliéster ou outro tipo O transistor, como mostra no vídeo, deve ser montado em um dissipador de calor de alumínio de tamanho pequeno, pois trabalha com corrente de pico em torno de 2 Amperes.

veja também:

9 comentários:

  1. Ficou bem fácil para quem está começando na eletrônica fácil de entepletar o esquema obrigado Deus abençoe

    ResponderExcluir
  2. Amigo Aparecido, seus vídeos são nota 10, muito bem explicado. Amigo, gostaria de construir um simulador de ECU e estou agarrado no que diz respeito ao sinal que fará com que a ECU repasse a função para as bobinas e bicos. Este sinal me parece PWM e gostaria de construir este circuito. Se o amigo poder me ajudar serei muito grato pois larguei esta profissão durante aproximados 15 anos e quando retornei me deparei com a tecnologia avançando muito rápido. hoje, estou desempregado e recomeçando com 50 anos e com o mercado sufocado. Desde já lhe agradeço a atenção!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se você quer um simulador de sinal para a ecu que faz a bobina e injetor funcionar e melhor comprar um. Não é tão simples assim.

      Excluir
  3. Ola Aparecido, vendo sua montagem de um pulsador achei muito profissional montar o sistema. As vezes eu fico tentando ver direto no carro medindo, corrente,secundário,primário e vendo os gráficos e seus tempos. Como eu poderia forçar as bobinas para simular defeitos que aparente não teriamos num teste dinâmico no carro ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Usando um resistor de carga e medindo o nível de alta tensão seria melhor, veja simulador de bobina no blog tag ignição. Mas tenho que te dizer não é 100%. Defeito de bobina é muito complexo, as vezes falha frio, as falha a quente, depende da umidade do ar, dos cabos de ignição que se conecta nela. Não dá para fecha o cerco tá fácil.

      Excluir
  4. Bom dia quanto ficaria pra vender uma placa desta já pronta pra uso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não sei, não fiz para venda. consulte a plana tc e o ignitest, são produtos comerciais fabricados em série que te oferece uma solução mais profissional.

      Excluir
  5. Olá professor Aparecido, tudo bem contigo? Gostaria de contar com a sua ajuda pra montar um circuito eletrônico auxiliar pra funcionamento da bobina plástica dupla mais conhecida como bobina do vectra, já assisti um vídeo seu explicando como é feita a gambiarra comumente usada ligando o positivo de um lado e o negativo do outro eliminando o pino central e daí sair 4 faiscas ao mesmo tempo, sei que isso é prejudicial ao motor. Mas a minha intenção é usar essa bobina num motor ap vw com injeção eletrônica MI, e gostaria de eliminar a tampa do distribuidor, mas como o pulso negativo que aciona a bobina original se ligar diretamente na bobina dupla vai dar na mesma gambiarra, então pensei em fazer um circuito eletrônico pra alternar o pulso negativo pra uma bobina e em seguida pra outra bobina, daí o motor iria funcionar redondo como se fosse com roda fônica. Sei que assim o módulo original do motor ap mi com distribuidor que manda pulso negativo constante poderia através do circuito eletrônico auxiliar alternar o pulso para as duas bobinas como no ap aom roda fônica. Mas estou encontrando dificuldade em fazer isso, como o sr é um expert no assunto, gostaria que me ajudasse a desenvolver um circuito que funcione, conto com o seu apoio, grato, Oswaldo.

    ResponderExcluir